A cozinha americana ou com passa-prato também virou tendência e amplia ambientes reduzidos. Spots ou iluminação com pendentes localiza a claridade sobre o balcão.

A Primeira Casa: manual rápido para casais!

Casais e recém-casados enfrentam o desafio de encontrar a primeira casa perfeita: com espaço suficiente para a nova família e que caiba no orçamento (muitas vezes apertado) da nova família. Como conciliar? Aprenda!

A decisão de comprar ou alugar pode ser um desafio. Fizemos este Manual para ajudar!

A decisão de comprar ou alugar pode ser um desafio. Fizemos este Manual para ajudar!

A Primeira Casa: manual rápido para casais!

Neste rápido manual da Primeira Casa, vamos compartilhar com vocês dicas valiosas que ajudarão a estabelecer esta nova família que está começando! <3 No Manual, vocês encontrarão as seguintes informações:

  • Casar ou morar? – Como escolher o que priorizar
  • Como conciliar o casamento com a primeira casa
  • Comprar versus Alugar: qual a melhor opção para você?
  • Verdades a considerar em sua escolha
  • Corretor de imóveis: um braço direito na sua escolha

Casar ou morar? Como escolher o que priorizar

Muitos casais que estão planejando o casamento – ou morar junto – já dispõem de um cantinho para morar. O que é mais comum é que um dos dois já more sozinho e o outro possa, simplesmente, vir morar junto. Nesses casos, não há muita dúvida: a despesa que um deles já tinha agora é dividida por dois e casar não fica difícil.

No entanto, quando os dois moram na casa dos pais e precisam escolher entre uma das duas despesas, a coisa complica. Calma! Considere os argumentos abaixo e você verá que sua escolha ficará mais fácil! 😉

Sabia que a vida a dois pode melhorar seu emocional? Este artigo da Health.com (em inglês) mostra que morar junto, casados ou não, traz benefícios à sua saúde emocional!

Sabia que a vida a dois pode melhorar seu emocional? Este artigo da Health.com (em inglês) mostra que morar junto, casados ou não, traz benefícios à sua saúde emocional!

Quando a paixão é grande, a vontade de sair de casa logo e morar junto é forte! Por isso, muitos casais querem conciliar as despesas do casamento com as despesas da primeira casa – e isso nem sempre é possível. Afinal, quantos de nós realmente dispõem de um orçamento tão grande que dê para fazer o casamento dos sonhos E comprar a primeira casa dos sonhos? Por isso, é preciso escolher um dos dois – ou fazer alguns sacrifícios.

“Quem casa quer casa”

É verdade. Não adianta casar e continuar morando cada um no seu canto. Por isso, a escolha lógica é se planejar para ter onde morar, para, depois, cuidar do casamento. Assim, se você está noiva(o) e não faz questão que seu grande dia chegue logo, aproveite a calma para juntar dinheiro, buscar um lugar para o casal morar e, depois, pensar nas despesas do casamento.

No planejamento feito com calma, dá para se organizar por algo mais a longo prazo. Você pode ir juntando dinheiro para dar de entrada em um financiamento e comprar sua primeira casa (ou apartamento).

Inclusive, uma ótima forma de fazer isso a custos reduzidos é comprando imóveis na planta. Além de serem mais baratos do que imóveis “prontos para morar”, você já pode ir pagando por sua primeira casa sem ter que se preocupar com as despesas da mudança e da mobília. Claro que um imóvel na planta tem outras vantagens: os novos condomínios têm melhor estrutura de lazer e a tendência da varanda gourmet (que, normalmente, inclui uma churrasqueira ou cooktop na área da varanda) tem sido muito incorporada nos lançamentos recentes. A varanda gourmet é um cantinho delicioso para receber os amigos e curtir um papo gostoso!

Duas tendências que AMAMOS: varanda gourmet e mesa comunitária! <3

Duas tendências que AMAMOS: varanda gourmet e mesa comunitária! <3

Imóveis na planta oferecem opções de pagamento mais flexíveis, com parcelas que costumam ser mais baratas antes da entrega do imóvel (o que permite que você vá pagando sem pesar no orçamento). Além disso, logo após a entrega, há uma valorização de sua primeira casa, o que possibilita que você venda (com lucro!) caso a situação mude e você decida comprar algo melhor ou mais caro.

Está com pressa? Não quer ter que escolher entre casar e morar? Então, continua lendo!

Como conciliar o casamento com a primeira casa

Casais empolgados e ansiosos pelo grande dia não precisam escolher entre casar e morar! Dá para fazer os dois – mas será necessário apertar as rédeas das finanças do casal! Se você está disposto a fazer sacrifícios na vida a dois, como cortar despesas desnecessárias e reduzir os custos fixos, dá para casar e morar sem problemas! Nós mostramos como!

Se você tem um orçamento fixo para o casamento e terá que dividi-lo com o orçamento da primeira casa, é preciso fazer concessões dos dois lados: o casamento terá que ter menor custo e a primeira casa provavelmente não será uma mansão fenomenal. Mas a vida a dois vale qualquer sacrifício! 😉

A decoração industrial está super em alta. O cimento queimado dá a base em tons de cinza e a decoração se encarrega dos toques de cor. Super trendy!

A decoração industrial está super em alta. O cimento queimado dá a base em tons de cinza e a decoração se encarrega dos toques de cor. Super trendy!

Para casais com renda fixa e boa ficha de crédito, é possível optar por um casamento mais em conta e tentar a compra da primeira casa. Sabemos que a compra de um imóvel financiado exige uma entrada, no entanto, alguns bancos oferecem financiamentos com uma entrada a partir de 10% do valor do imóvel. Muitas vezes, este é um valor que pode ser “retirado” das economias separadas para o casamento. Claro que isso pode significar uma redução do orçamento disponível para o grande dia, mas vale lembrar que os principais serviços de casamento (como casa de festas, buffet, foto e filme) muitas vezes oferecem parcelamentos. Nesses casos, quanto maior a antecedência da contratação dos serviços em relação ao dia do casamento, em mais vezes você poderá parcelar o pagamento, ficando mais fácil de conciliar as despesas do casamento com a entrada do financiamento da primeira casa.

Para casais com renda variável ou que não disponham de crédito para financiamento, vale cogitar o aluguel de um imóvel. Com a alta do mercado imobiliário, em muitas regiões, pode compensar mais a alternativa de alugar a primeira casa, em vez de comprá-la. Mas, vale a pena alugar? Vamos ver isso agora!

Comprar versus Alugar: qual a melhor opção para você?

Há algumas perguntas que você deve se fazer e que podem facilitar na hora de escolher entre comprar ou alugar a primeira casa.

  • Você dispõe de crédito e de uma reserva para oferecer de entrada em um financiamento?
  • Você tem um fiador proprietário ou uma reserva para oferecer como depósito em um contrato de aluguel?
  • O imóvel desejado sai mais barato por mês alugado ou financiado?

Se você não está em boa situação de crédito e não possui uma reserva que seja equivalente a, pelo menos, 10% do valor do imóvel, provavelmente não será possível comprar sua primeira casa. E tudo bem! Afinal, ao longo da vida de casal, vocês terão bastante tempo para se planejar para comprar a casa dos sonhos. Mas, enquanto isso, vocês provavelmente terão que optar pelo aluguel mesmo 😉

A cozinha americana ou com passa-prato também virou tendência e amplia ambientes reduzidos. Spots ou iluminação com pendentes localiza a claridade sobre o balcão.

A cozinha americana ou com passa-prato também virou tendência e amplia ambientes reduzidos. Spots ou iluminação com pendentes localiza a claridade sobre o balcão.

No caso do aluguel, você pode precisar de um fiador. Sabemos o quanto pode ser desagradável pedir a alguém que seja seu fiador. Afinal, o fiador é a pessoa que se responsabiliza pelo seu aluguel, caso algum dia você fique em atraso. No entanto, caso você não consiga o fiador, existem empresas que oferecem o serviço de seguro-fiança. Outra alternativa que muitos proprietários preferem é pedir um “depósito”. O depósito nada mais é do que um pagamento adiantado de alguns meses do aluguel. Isso pode variar de acordo com o proprietário. Alguns proprietários pedem 3 meses adiantado de depósito, outros 6 meses. Isso dispensa o fiador, porque o proprietário tem essa “reserva” caso você entre em atraso no pagamento do aluguel. E, naturalmente, um depósito de adiantamento do aluguel ainda é bem mais em conta do que a entrada de um financiamento da primeira casa, então essa opção ainda pode ser mais acessível.

Claro que vale cogitar outra coisa: o apartamento custaria mais, por mês, se for comprado ou se for alugado? Exemplo: Quando você tem um bom valor de entrada para dar no financiamento, isso reduz o valor financiado, o que significa parcelas mais baratas. Mais baratas até, por exemplo, do que o valor daquele mesmo imóvel se fosse alugado. Nesse caso, é preferível financiar de uma vez. Agora, se você tem uma pequena reserva (ou nenhuma) para dar de entrada no financiamento, as parcelas podem ficar bem mais caras do que o valor do mesmo imóvel no caso de aluguel.

Por último, vale cogitar também:

Verdades a considerar em sua escolha

  • Em um imóvel alugado, você paga e paga todos os meses, mas o imóvel nunca é seu. No financiamento, você pode ter que se apertar mais um pouco, mais a cada mês que passa, você está adquirindo mais um pedaço de um patrimônio que será seu para sempre!
  • Por outro lado, o financiamento é uma coisa super burocrática, que pode demorar muito para finalizar e para desfazer. Se você e seu amor querem (ou precisam) se mudar com certa frequência, o aluguel é uma forma muito mais rápida de acertar o que tem que ser acertado e pronto, partiu casa nova!
  • Mesmo que a primeira casa que vocês escolheram custe a mesma coisa alugada ou financiada, pense no seguinte: o aluguel é corrigido com o passar do tempo, o que significa que ele provavelmente aumentará periodicamente, a não ser que haja uma grande desvalorização naquela região (nesse caso, é possível pedir uma nova análise para redução do valor do aluguel, mas o proprietário pode não aceitar!). Já o financiamento pode ser feito de modo que as parcelas sejam decrescentes, o que significa que, agora, o financiamento poderá apertar suas finanças, mas com o passar do tempo, em vez de aumentar, a parcela diminui!
  • No caso do financiamento, os bancos têm um período de flexibilidade caso você atrase seus pagamentos, o que significa que você tem maior flexibilidade para manter sua casa, mesmo em períodos difíceis financeiramente. Já no caso do aluguel, a situação pode ficar muito complicada! O seguro-fiança nem sempre cobre o tempo que você precisa; seu fiador nem sempre terá condição de segurar as pontas por você; você pode precisar de mais tempo do que o depósito adiantado cobre; ou, algo que não tem relação com suas finanças, o proprietário pode pedir o imóvel de volta a qualquer momento, respeitando as condições do contrato de locação.
Para casais com Pets: o piso frio é mais fácil de limpar e mancha e estraga muito menos do que piso em madeira ou laminado. Mas seu pet escorrega mais, o que pode causar problemas musculares ou ortopédicos. Basta passear com ele com certa frequência para evitar que isso ocorra.

Para casais com Pets: o piso frio é mais fácil de limpar e mancha e estraga muito menos do que piso em madeira ou laminado. Mas seu pet escorrega mais, o que pode causar problemas musculares ou ortopédicos. Basta passear com ele com certa frequência para evitar que isso ocorra.

Isso significa que você e seu amor têm muito a considerar na hora de fazer essa escolha, mas sua situação financeira é a primeira coisa a analisar. A opção mais estável e de longo prazo é o financiamento, mas demanda uma reserva financeira maior e um bom histórico de crédito. Já o aluguel tem menos papelada e é menos rigoroso quanto às suas finanças, mas também é uma opção menos estável e que tende a encarecer com o tempo.

Mas tem alguém que pode auxiliar você na sua decisão – e ainda pode achar sua primeira casa dos sonhos para você! O corretor imobiliário. Olha só:

Corretor de imóveis: um braço direito na sua escolha

O corretor de imóveis, ou corretor imobiliário, é o profissional que trabalha, especificamente, representando proprietários que desejam vender ou alugar seus imóveis; ou construtoras que estejam vendendo imóveis novos na planta ou já concluídos (lançamentos/prontos para morar). Por lidarem com isso profissionalmente, os corretores de imóveis sabem dicas ainda mais valiosas do que essas que compartilhamos e podem ajudar você a escolher sua primeira casa de forma segura e confiável.

Lembra de todas as condições que comentamos com vocês neste Manual, tanto para o financiamento quanto para o aluguel? O corretor imobiliário é um intermediário de grande importância, que poderá esclarecer para você a correção dos valores do aluguel com o passar do tempo; poderão orientar você quanto aos melhores juros e programas para o financiamento; e, o mais importante, poderão orientar você sobre coisas do imóvel que você só saberia se já morasse lá.

O que é mais legal é que, para casais que estão conciliando a compra da primeira casa com o planejamento do casamento, o corretor imobiliário atua de forma semelhante à assessoria de casamento ou wedding planner: você pode contar com seu corretor imobiliário para selecionar as melhores opções para o casal e apresentar para vocês diversas alternativas dentro do que vocês desejam!

Assim como a wedding planner é sua especialista em casamentos, o corretor é seu especialista em imóveis e pode ajudar - e muito - na escolha da primeira casa!

Assim como a wedding planner é sua especialista em casamentos, o corretor é seu especialista em imóveis e pode ajudar – e muito – na escolha da primeira casa!

Assim como, na hora de planejar seu casamento, você só consulta especialistas (como nós! ;)), na hora de comprar ou alugar sua primeira casa, também recorra a esse especialista, o corretor imobiliário. #ImóvelSóComCorretor

Para fechar este Manual, gostaríamos de assegurar a você que, qualquer escolha que você tome, a felicidade só depende de vocês – e não da “escolha certa”. Comprando ou alugando, a vida a dois só tende a melhorar, porque um poderá contar com o outro! Se não der para comprar ou alugar a primeira casa perfeita agora, não fique triste. Organize-se com seu amor para, em breve, fazer um upgrade na casa! 😉

Está pensando em comprar/alugar imóvel? Já se mudou para sua primeira casa? Conta pra gente nos comentários como foi o seu processo de decisão e como foi a transição para a vida a dois! <3

Imagens cortesia de: LovePanky, Health.com, Pinterest, Erika Brechtel, INTDesign Home, HMStyler, Creci-SP.
< !DOCTYPE html>
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *